6.6.16

[Resenha] Inferno

Autor (a): Dan Brown
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
Lido em: maio de 2016
Nº de Páginas: 448
Onde Comprar: AMAZON

 No coração da Itália, Robert Langdon, o professor de Simbologia de Harvard, é arrastado para um mundo angustiante centrado numa das obras literárias mais duradouras e misteriosas da história: O Inferno, de Dante Alighieri.
 Numa corrida contra o tempo, ele luta contra um adversário assustador e enfrenta um enigma engenhoso que o leva para uma clássica paisagem de arte, passagens secretas e ciência futurística. Tendo como pano de fundo poema de Dante, e mergulha numa caçada frenética para encontrar respostas e decidir em quem confiar, antes que o mundo que conhecemos seja destruído.

 Em INFERNO acompanhamos o nosso querido simbologista Langdon acordar de um pesadelo medonho onde uma mulher loira lhe dizia "Busca e encontrarás". Se o pesadelo já não fosse ruim e enigmático por si só Langdon percebe que está numa cama de hospital, e ele não se lembra de como foi parar lá!
 Langdon tenta se comunicar mas ninguém o entende até que uma doutora chamada Sienna Brooks entra no quarto e lhe informa sobre sua entrada no hospital mais cedo vitima de um tiro na cabeça. Ele está sofrendo de uma perda de memória recente o que explicando o porquê de não conseguir se lembrar de nadas das últimas 36 horas e de porquê estar na Itália que fica a quase 6.500 QUILÔMETROS de distância da sua casa!
 A última lembrança do simbologista é a de estar se dirigindo a um congresso no campus de Harvard, em Massachusetts, e para piorar ainda mais a situação uma pessoa quer visitar Langdon dentro do quarto em plena madrugada. A situação piora e ele juntamente com Doutora Brooks fogem às pressas do hospital. Nesse ponto começa um jogo real de gato e rato onde Langdon é o rato desorientado.
 Essa não é a minha primeira vez adentrando um enredo criado por Dan Brown. Não. Já é o terceiro livro desse autor espetacular que leio desde o meu ensino médio. o Brown tem um cuidado minucioso na hora de escrever uma história, isso fica evidente com a riqueza de detalhes e informações que transborda a cada página virada, você sente que está lendo algo além do que mera ficção. Algumas das informações compartilhadas podem ser encontradas clicando no Google e isso é algo que estimula muito o leitor a querer saber mais sobre o que Langdon menciona durante a sua fuga pela Itália.
 Quando acreditamos que o querido simbologista de Harvard não poderia mais se meter em confusão somos surpreendidos com Inferno. Brown nos leva, através dos capítulos, para uma viagem rica pela história de como foi criada o tão aclamado e cultuado poema de Dante Aglighieri: A Divina Comédia. O poema nos é dissecado de tal forma que é impossível não ficar boquiaberto com as informações apresentadas.
 Os personagens secundários do livro são extremamente bem construídos graças ao fato do livro ser em terceira pessoa e de alguns capítulos girarem em torno deles, não ficamos limitados somente ao que Langdon está passando. Isso é algo que me animou bastante, ver personagens que até então eram sombras para mim ganharem formas e pensamentos.
 As reviravoltas são tantas no decorrer do enredo que é impossível pausar a leitura, você devora facilmente as quase 500 páginas. Cheguei ao clímax sufocando e o desfecho do enredo me agradou bastante exceto nos últimos três 5 capítulos.
 A capa do livro é linda demais e o formato físico é bem resiste (falo isso porque li emprestado de uma amiga e a obra está maltratada, mas resiste com louvor!), as páginas são amareladas possibilitando uma leitura rápida e fluída, a fonte das letras é mediana e os capítulos são extremamente curtos.
 Inferno vai te jogar num enredo tão surpreendente que o teu medidor do que é verdade e mentira vai bugar e você se encontrará a deriva sem saber no que acreditar.
 É mais que recomendado essa leitura. Só queria deixar uma dica: abra a sua mente para o que vai ler, deixar tudo o que você acredita de lado por algumas horas e tenta absorver o que o Dan Brown tenta te passar nesse enredo, a experiência será fantástica se você se permitir acreditar no que ele criou. :D

OBS: livro lido para o Desafio #EuLi 2016. <10º ITEM >


LEIA OUTROS POSTS:

7 comentários:

  1. Assisti Anjos e Demônios e O código Da Vinci. Depois de adorar esses filmes, resolvi ler os livros de Dan Brown. Li Fortaleza Digital e Da Vinci.É realmente incrível como o autor tem esse trabalho e cuidado todo de reunir tantas informações para construir um enredo impecável. Outra característica de seus livros são seus muitos mistérios e essas reviravoltas. Com certeza vou ler esse livro e outros dele.
    Quais foram os dois que você leu dele?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maisanara ^^
      O primeiro livro que li dele foi Anjos e Demônios. Depois de um tempo tive a oportunidade de ler O Símbolo Perdido. Agora li Inferno. <3

      Excluir
  2. Nunca li nenhum dos livros escritos por Dan, mas nada como um bom incentivo. Adorei o enredo! Vou pesquisar mais sobre as outras obras.

    ResponderExcluir
  3. Já quase comprei esse livro umas três vezes e desisti. Parece fazer meu gênero,mas já li outras resenhas não tão positivas que me tiraram a empolgação.
    E agora lendo a SUA resenha,me empolguei novamente.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Ainda não tive o prazer de ler nada desse autor, mas sei que suas obras são muito bem elaboradas, enredos que prendem a atenção do leitor. Já adicionei Inferno a minha lista de desejados e vou pesquisar os demais livros, pois gosto muito desse gênero. Muito boa sua resenha e obrigada pela ótima dica! Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oiiee, tudo bom?
    Amei a sua resenha, eu li somente um livro do autor, li Anjos e demônios e realmente se percebe a riqueza de informações reais presentes no livro dele, Inferno parece ser ótimo, vi muitos elogios, sem contar que termos o filme também né, fico imaginando cada coisa louca que o Langdon passa e sem contar que imagina acordar em um lugar tipo muito distante da sua casa e ainda não se lembrar de nada que o tenha levado ali.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não li nada do Dan Brown mas vejo as pessoas falarem tanto dos seus livros que estou curiosa, achei a historia desse livro bem misteriosa fiquei a resenha toda querendo descobrir mais sobre essa historia, achei interessante o cenário e como podemos encontrar essa informações dos livros acaba que nos sentindo como os próprios personagens, achei bem interessante essa ligação do livro com a A Divina Comédia e quero muito ler essa historia !!

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário, sua opinião é muito importante para deixar o blog na ativa! :D
Não precisa deixar o link do seu blog, caso tenha, pois farei questão de retribuir a visita.
Boa leitura!